Pensando em Consumo Consciente para Prosperar

Pensando em Consumo Consciente para Prosperar

As compras por impulso são um dos principais empecilhos de quem quer guardar dinheiro. Elas podem ser a roupa nova que não precisamos ou aquele lançamento de celular irresistível. Além disso, elas também empacam a prática do consumo consciente.

Mas o consumo sustentável não traz benefícios apenas para um indivíduo, sua prática também impacta positivamente todo o meio ambiente e o planeta em geral. Por isso, é cada vez mais importante que as pessoas estejam cientes sobre o assunto.

No Brasil, o número de consumidores que podem ser considerados conscientes ainda é baixo, apenas cerca de 5%. É o que mostrou a pesquisa do Instituto Akatu, uma ONG não governamental que trabalha o consumo consciente no país.

Você sabe o que é consumo consciente?
Consumir de forma sustentável não significa deixar de comprar, como muitas pessoas confundem. O termo está relacionado em refletir sobre suas escolhas e optar por produtos e hábitos que não agridem ou que impactam menos o meio ambiente, além de se preocupar igualmente com a saúde humana e animal e defender relações justas de trabalho, isso quer dizer não usar mão de obra escrava ou infantil.

Reduzir, reutilizar e reciclar também fazem parte do princípios do consumo consciente, como diminuir o uso de energia elétrica, água, reciclar o lixo e doar itens que já não são mais utilizados para quem precisa.

A consciência sustentável não é uma questão apenas individual. Na verdade, ela é essencial quando pensamos nas próximas gerações. Para se ter ideia, o Ministério do Meio Ambiente afirmou que hoje consumimos 30% a mais de recursos naturais do que a capacidade de recuperação da Terra.

Isso significa que se nos próximos anos continuarmos consumindo como agora, em menos de 50 anos será necessário ter dois planetas Terra para conseguir atender as demandas básicas de, por exemplo, água e alimento.

Como o consumo consciente pode impactar diretamente sua grana?

Embora o consumo sustentável seja vital para toda a humanidade, ele traz diversos benefícios para quem resolve praticá-lo e ainda pode ajudar você a realizar seus objetivos a longo prazo.

A partir do momento que você começa a se conscientizar sobre o gasto de água, luz e despesas do supermercado, além de fazer o bem para a natureza, você também consegue economizar uma boa quantia por mês.

Deixando assim de desperdiçar seu orçamento e passando a direcionar o seu dinheiro de forma mais inteligente para conseguir realizar sonhos que antes pareciam impossíveis por nunca sobrar nada no final do mês.

Alimentação, transporte e contas como a de luz são uns dos principais itens que levam o salário embora. Outro vilão é a compra por impulso, ou seja, aqueles gastos desnecessários que fazemos sem antes refletir muito e que, na maioria das vezes, ainda acabamos nos arrependendo depois.

Então, se o seu objetivo é prosperar financeiramente, é preciso saber que o consumo consciente precisa fazer parte da sua rotina. Algumas mudanças de hábitos já podem fazer uma grande diferença.

Se você ficou interessado no assunto, no próximo tópico você encontra mais dicas de como colocar esse novo estilo de vida em prática. Não se preocupe porque é muito mais fácil do que parece.

Como praticar o consumo consciente?
As principais barreiras para consumir de forma mais sustentável são os hábitos.

Sem a mesma tecnologia e acesso a informação que temos hoje, os nossos ancestrais acabaram adquirindo rotinas baseadas apenas no consumismo desenfreado.

Mas é possível contornar isso prestando mais atenção em pequenas ações do dia a dia.

Confira dicas práticas e simples que você pode adotar desde hoje para ser um consumidor consciente e contribuir com todos e também com você mesmo.

Apague a luz
Pode parecer simples, mas muita gente esquece como este singelo ato pode fazer uma diferença enorme na conta de luz no final do mês. Além disso, o melhor é optar por lâmpadas fluorescentes que, além de iluminarem melhor, podem durar até 10 vezes mais do que as incandescentes, gastando uma quantidade menor de energia para iluminarem.

Fique de olho na geladeira
Ela é um dos eletrodomésticos que mais consomem energia, pois precisa ficar ligada vinte e quatro horas por dia. Por isso, o melhor é optar por modelos que possuem o selo de economia.

Nunca deixe a porta aberta por muito tempo (nada de abrir a geladeira para pensar!) e quando for viajar, se possível, prefira esvaziar a geladeira e deixá-la desligada enquanto estiver ausente.

Outra medida fácil que você pode adotar é ajustar o termostato para níveis mais baixos durante o inverno, utilizando assim menos energia.

Adote sacolas reutilizáveis
Quando for ao mercado, leve suas próprias sacolas ecológicas com você e evite o uso das plásticas. Elas são um dos itens que mais levam tempo para se decompor no meio ambiente, cerca de 450 anos!

Planeje suas compras
Alimentação, como falamos, é sempre um dos pontos mais caros do orçamento. Por isso, adote o hábito de fazer uma lista com os produtos que você realmente precisa e leve-a com você ao supermercado.

Cuidado também com a quantidade, evite o desperdício e só compre o necessário. Fique longe das promoções imperdíveis que têm como objetivo vender mais do que o cliente precisa. Procure também dar preferência pelas embalagens de refil. Elas, normalmente, utilizam menos matéria-prima em sua composição e ainda são mais baratas.

Pegue e ofereça carona
Se você mora perto de alguém do trabalho ou da universidade, experimente a carona solidária. Os automóveis são grandes responsáveis por emitir gases altamente poluentes no meio ambiente, além de ser uma alta despesa no mês.

Mais do que isso, você colabora para a melhora do trânsito na sua cidade. Imagine se cada pessoa desse carona para apenas 1 passageiro, a quantidade de carros nas ruas que se reduziria? Sem contar que você poupará um bom dinheiro ao dividir o valor do combustível.

Evite os gastos por impulso
Antes de comprar uma roupa nova, analise se você realmente precisa da peça. Além de gastar dinheiro desnecessário, a produção de roupas demanda alto investimento de água, energia e matéria-prima (os tecidos). Você também pode optar pela compra de roupas de produtores locais. A produção pequena diminui consideravelmente os danos à natureza e, de quebra, você ainda ajuda a manter a economia local em movimento!

Se você for trocar o celular, reflita se esse gasto é, de fato, uma necessidade ou apenas uma compra por impulso. A quantidade de lixo eletrônico tem crescido cada vez mais e, muito em breve, se tornará um problema muito grande na nossa sociedade.

Na correria do dia a dia, é comum que a gente acabe fazendo diversas atividades no automático, sem refletir com cuidado sobre o impacto delas em nossa própria vida.

Procurar se atentar mais com o que gastamos o nosso dinheiro tão difícil de se ganhar. Pensar sobre o que consumimos, tanto em alimentação como em outras necessidades como vestuário, são medidas essenciais para quem quer investir seu salário de forma inteligente.

Além disso, você contribui com a sustentabilidade, fazendo o bem para todo o meio ambiente, para a humanidade e para as próximas gerações da sua família.

Como você viu nesse texto, algumas mudanças simples já são capazes de gerar grande impacto positivo. Pense nisso e coloque o consumo consciente em prática!

Publicado em: 19/11/2019

48 3281 8189

CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

 
R. Gen. Liberato Bittencourt, 1475 - 01

MATRIZ NO ESTREITO, EM FLORIANÓPOLIS/SC